5 dicas para reduzir o consumo de comida processada

Ao longo dos anos, vários fatores levaram as sociedades ocidentais industrializadas a se tornarem sedentárias. Claramente, isso repercutiu na nossa alimentação que hoje é, em boa parte, processada. Em menos de um século, os nossos hábitos mudaram, a nossa silhueta mudou, e a nossa saúde e equilíbrio alimentar também. A alimentação industrial se desenvolveu graças ao marketing. A “comida” embalada” carrega status de praticidade, comodidade, e durante algum tempo esteve associada à capacidade financeira. Quem comprava não precisava fazer o trabalho braçal de plantar e colher a sua própria comida… A alimentação e o estilo de vida das sociedades atuais está no cerne de um paradoxo: a nossa expectativa de vida aumentou, mas por outro lado há uma série de “novas” doenças” e muitas delas relacionadas com a alimentação. E há ainda uma indústria farmacêutica ávida por nos medicar… Mas olhando para o passado podemos mudar algumas coisas no futuro da nossa alimentação. E acreditem, não é assim tão complicado! Dicas para evitar alimentos processados 1. Menos embalagens Embalagem é casca! Esse é o lema. Quanto mais in natura e fresco for o alimento mais longe você estará da comida processada, por isso prefira sempre alimentos em sua forma bruta. Evite […]

O post 5 dicas para reduzir o consumo de comida processada apareceu primeiro em Fale com a Nutricionista.

Fale com a Nutricionista

5 dicas para reduzir o consumo de comida processada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para o topo